RSS Feed

Um dia... solar...

Nunca sonhei em trabalhar com TV. Por um simples motivo: eu sempre fui fascinada por TV. Sempre vivi muito de Fantasia... especialmente, de novelas. Mas, nenhuma outra foi como “Essas Mulheres”. Os mais próximos – e atentos – sabem da importância dessa trama pra mim. E, logo em seguida, veio “Cidadão Brasileiro”. Comecei a trabalhar no gabinete de um deputado no dia que começou esta última, e, fui admitida no meu atual trabalho um dia depois do último capítulo da mesma.

Esse “atual trabalho” é a Fantasia. Sou jornalista de várias dessas revistas de entretenimento e variedades. Hoje, eu lido diariamente com o universo de celebridades. E de novelas. Parece impossível...

Nunca deixei – e talvez, jamais o faça – de amar “Essas Mulheres” e “Cidadão” e, desde que comecei a trabalhar profissionalmente nessa área, passei a temer os encontros com o elenco dessas tramas cheias de “perfeitices”. Vários desses encontros já aconteceram. Cada um com sua magia... com sua eternidade...

Este dia 08 de março foi um deles. Numa só coletiva de imprensa (a de “Luz do Sol”, também da Record) estariam tantos dos “nossos” atores. Desde que soube a data durmo com certa dificuldade (.rs.). Imagine ontem!! Fui em silêncio, como se aquele carro me levasse para um total desconhecido.

Entreguei a Deus.

Aí...

Cheguei, e de cara vejo PALOMA DUARTE e BRUNO FERRARI conversando. Os intérpretes dos cúmplices irmãos Luiza e Marcelo Salles Jordão, de “CB”, são realmente amigos!! Que alegria. Não me controlei, e fui lá, falar com eles. Eu tremia tanto... até agora estou com vergonha :$ Me apresentei, e eles foram super-simpáticos. Disse que sou muito fã da novela, e amiga de uma vizinha do Bruno (a fofa da Naty - ah, e completando, durante a apresentação do clip eles se sentaram ao lado do Floriano Peixoto, que também era um dos irmãos Salles Jordão - o Atílio. Com ele infelizmente não consegui falar. Pena, porque na vida real ele ainda é marido da Christine Fernandes, nossa inesquecível Aurélia, de "EM").

Me virei para Paloma.
*eu – Você tinha orkut?
*ela – Eu tenho orkut.
*eu – Então, você viu um clipe que fizeram...
*ela – Vi, claro! Tenho aquele clipe! Vi há três dias atrás, e comecei a chorar...
*Bruno – Que clipe?
*ela – Eu não te mostrei?! Mostrei pro Gabriel (Gabriel Braga Nunes – o astro das duas novelas. Aí, minha cara de espanto era quase de cair!). É lindo! Aquela menina...
*eu – Aquela menina sou eu...
*ela – É você? Vem cá! (e me abraçou)

meodeosdoceu!! Que irreal a realidade daquele abraço!

Aí, eu disse que tremi, e que uma semana antes já não estava dormindo direito – que ontem tinha brincado que precisava tomar alguma coisa pra relaxar.
*ela – você tomou?
*eu – tomei.
*ela (segurando minha mão) – que bom, menina, porque você está tremendo.. (risos)

[> o clip: http://www.orkut.com/FavoriteVideos.aspx?uid=6165913231317854551
>> o coment dela: http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=7621876&tid=2473567132153654735 ]]

Nesse meio tempo, fotos..

Aí, foi preciso sair de perto, e seguir...

Seguir...

Mas, assim que acabou a apresentação do clip, voltei pra perto da Paloma. Ela estava conversando entrosadamente com o Petrônio Gontijo (logo falo dele), mas, quando foi possível, eu disse que era hora de falar com ela como profissional. A entrevistei. Depois de falar com o Petrônio, voltei nela, e a abracei. Agradeci... Agradeci pela Fantasia que ela também representa e pelo bem que isso faz ao meu mundo real. Agradeci por ter me permitido aquele sorriso real, mas tão irreal dela... Por ter realizado esse sonho de menina...

Só quem conheceu a intensidade da “moça do moço” sabe do que eu falo.
Talvez só o Cello (a ele dedico esse encontro. A ele e à Chris, de quem falei – em memória)
Durante meses – e até hoje – eu mergulhei intensamente nas histórias que Lauro escreveu e Paloma (Bruno, e tantos outros... muitos dos que estavam lá) representaram. Durante a entrevista Paloma falou de sua entrega a cada personagem. Ela se entregou à Luiza. Eu a recebi como tal.

E hoje... hoje eu testemunhei esse sorriso que parece maior do que o dia.

O sol..

________________________________________________________________
Petrônio:

Estava com a Paloma, e a deixei cercada de colegas jornalistas. PETRÔNIO GONTIJO estava sozinho:

“Oi, eu sou a Lathife. Falei com você pelo bate-papo da Uol ano passado, mas nos encontramos na tarde de autógrafos de ‘Essas Mulheres’. Eu estava com a médica que veio de São Paulo (a doida da Lucci .rs.)”.

“Ah, sim. Eu me lembro de você”. E disse isso com aqueles olhinhos lindos.

A conversa com Petrônio foi assim, cúmplice. De carinho... Intensa... Como foi “Essas Mulheres”. De gratidão... Falei dos contatos com os outros atores.. de Talita... de Marcílio.. da “Latife” da novela. E os olhos do Petrônio ficavam cada vez mais cúmplices. E a conversa foi daquele jeito... com o aperto de mão.

O entrevistei, claro. Mas, o tempo todo era diferente. Petrônio era... Petrônio... o “Dr. Torquato”. Diante daqueles olhos, eu pedia: "Olhe menos pra mim, porque preciso trabalhar. Não posso me emocionar". Durante a entrevista ele falou da comunidade de "Essas Mulheres". Falou de um jeito sublimar, do carinho que chega às pessoas... Falamos da peça dele, que estréia dia 29 agora no teatro Maison de France aqui no Rio (“Pequenos Crimes Conjugais”), e ele me disse que faz questão da minha presença.

Petrônio...

Eu o abracei, e disse que foi o que foi... mais um momento de sonho..
“Obrigada, Petrônio”.
_______________________________________________________________ Recado pra Lucci, Nanda Zambelli, Lena, Lia e cia. limitada de Sampa (.rs.):

Nosso comendador lembrou de vocês. Até sabia do bebê da Lia.
Foi um querido, viram?!

Tá aí:
______________________________________________________________
Recado pra Paulianne:

Entrevistei o Leonardo Brício, que foi muito atencioso. Algumas das informações que eu tinha sobre ele, citava que tinham me sido dadas por você, querida. Depois da entrevista, disse contei que você aniversariou essa semana, e ele abriu um sorrisão, e te mandou os Parabéns. Falou de você com sorrisos – os sorrisos que você merece. Diante da outra jornalista, falou que você cuida melhor e sabe melhor da carreira do que ele mesmo. Então, falei do quanto o site é elogiado, e do prêmio internacional, e ele ficou bem feliz.

Fotos pra você:
_____________________________________________________________
Recado pra Renata:

Falei com a Paloma que a “conhecia”, Rê. Ela gostou muito, disse que você é uma fofa. E, quando nos despedimos, lembrou de te mandar beijo.

Beijo _____________________________________________________________
Recado "a quem interessar possa" (claro, aos membros de ambas as comunas - e me permito um "alô" ao Bruno 'Dean', à Cami, Lena e Nanda Z., pelos vídeos que permitem tanto..:

também "agradeci" a Sonia Guedes (uma das Marias - que sabia que 'cantarolávamos' a música das Marias na comuna - hehe); Adriana Londoño (a quem falei do Cello, que adorava 'Carmencita'), Léa Garcia (querida Dadá), Françouise Fourton (a Manoela - de quem tirei uma foto especial para a "dona dos fakes" .rs.), recebi um caloroso abraço de Gracindo Jr. (sr. Nestor), e conversei com o fantástico Bemvindo Sequeira - todos de "Cidadão". Também estavam lá José Roberto Jardim (o guerrilheiro João), a Luiza Curvo (Lívia), Luisa Tomé (professora Teresa), Xandô Graça (Toc Toc),... ai, vou completando conforme lembrar, tá?! hehe
Logo posto os clicks em http://lalacordeiro.multiply.com
;)
ah, e os links das comunas de ambas as novelas estão aí do lado, tá?!
..
.
.
ps. estou com uma boa sensação de que a vida tá só começando (em especial, a profissional)
e, em "todas as minhas vidas" seguirei em Fantasia.
faço questão!!

3 registraram seu vôo por aqui:

Sandra Rossi disse...

Que delícia...
Que emoção...
Que fantasia "real" !!!

Lindo, lindo, lindo !!!

PFW disse...

Lalá, estou chorando até agora. Esse é o nosso Leo. Imagino o sorriso que aparece todos os dentes, o sorriso que só ele tem. Obrigada por essa emoção! Amei a foto! Beijos

Paulianne

Marcelo disse...

Ah Lalá, que beleza isso...
Que profissão abençoada essa que escoleu, hein? Isso é o que eu chamo de unir o útil ao agradável.

Se eu te dizer que senti uma pontinha de inveja, nossa amizade não ficará abalada não, né?...hehehe

É muito gostoso vê-la ao lado da "moça do moço"... Pode parecer meio louco o que vou falar, mas através de você senti uma certa proximidade com a "nossa" moça.

Me deliciei lendo esse seu texto, a começar pelo título "Dia Solar" (será que alguém mais saberá o real significado desse título? rs).

Bom Lalá, torço para que tenhas muitos outros dias, assim como esse: solares.

Grande Beijo
Marcelo Kundera