RSS Feed

..:"Crime e Castigo"



Terminei de ler "Crime e Castigo", romance do russo Fiódor Dostoiévski.

Seria muita pretensão tentar fazer uma resenha sobre o livro, mas vou dar a minha opinião {sejam bonzinhos, por favor! rs.}.

Foi quase um mês de leitura hipnotizada com a saga de Raskólnikov. Acompanhei os conflitos internos deste homem corrompido em si mesmo, justificando-se por uma razão dita maior, clamando por Napoleão Bonaparte, envolvendo-se com "gente real" - gente que o indaga e que sofre com ele, e alguns que o adoram.

A leitura de Dostoiévski me pareceu um labirinto: não era possível sair dela. O autor é detalhista, tanto no cenário externo quanto no interno dos personagens. O livro faz jus aos temas "clássico" e "obra-prima", e agradeço a todos que me disseram que era imperdível. É!

Raskólnikov tornou-se uma figura quase íntima, e dele me despeço - sentindo já a estranheza do "adeus" a desconhecidos íntimos.

"Talvez só a força de seus desejos lhe tivesse feito acreditar, ..., que era um homem a quem é permitido mais que aos outros",
{página 546}

Adendo em 08.11
É bonito ver que a redenção de Raskólnikov vem pelo amor a Sônia - uma prostituta que lhe prega o Evangelho {é lido, em especial, o trecho da ressurreição de Lázaro - João 11}. Inclusive Sônia é uma das personagens mais lindas do livro, um exemplo de quem é fiel a si mesmo apesar da vida a que é obrigada.

No cinema de Woody Allen:
Três filmes de Woody Allen são baseados claramente em "Crime e Castigo".
São eles: “Match Point”, “O sonho de Cassandra” e “Crimes e Pecados”.
Já assisti os três e indico: é uma forma intensa de interpretação da obra de Dostoiévski - em "Match Point", inclusive, o protagonista aparece lendo o livro.

Lathife Cordeiro
twitter: /LathifeCordeiro

28 registraram seu vôo por aqui:

Rosie Dunne disse...

fiquei curiosa...

Ela disse...

Eu já li "recordações da casa dos mortos", mas nunca tive coragem (paciência, na verdade) para ler esse. Quem sabe um dia, quando eu tiver um pouco mais de tempo livre... e coragem.

:*

Pati Araújo disse...

Lathife!!!!

Amei esse livro, estou até pensando em reler...
Que bom que você gostou, realmente é imperdível!
Também sinto saudades dos personagens, principalmente desses livros fortes, que marcam presença.

Beijos e ótima quinta :)

D i c a disse...

Sou um fiasco com resenhas e mesmo assim faço. São breves comentarios na verdade..
Sabe que tenho esse livro do Fiodor, comecei a ler, parei, voltei e parei.
Achei a leitura difícil.
Quando tentei ler tinha 15 anos, e mesmo ja tendo lido muitos livros a bagagem nao era o bastante pra compreender o livro.
Talvez eu volte, ainda nao criei coragem. rs


(desculpa algumas palavras sem acento agudo, sem til.. Mas meu teclado ta uma porcaria hoje.. Deve ser falta de porrada)

beijos

Luca disse...

Eu já liii! Maravilhoso!

Estou com um dele super pendente: os irmãos karamazovski. Ele é imeenso, complexo e o tenho há uns três anos.

Acho q só conseguirei lê-lo de verdade qdo eu tiver umas férias. Eqto isso ñ existir em minha vida, ñ saberei me dedicar a uma leitura tão caprichosa. =/

Du disse...

Levei bastante tempo pra terminar a leitura dele, é um livro denso, pesado e fascinante! O final me surpreendeu e me deixou muito feliz, pela oportunidade de redenção através amor.
AMEI muito e recomendo a leitura sempre!

Beijos

Dani disse...

É por isso que clássico é clássico. Eu amei quando li!! A resenha ficou uma graça!

Mariana disse...

Eu amo ler, mas este livro não li ainda.
Peguei a dica.
Estou te seguindo, para ler-te sempre q puder.
Beijo e um grande abraço.

Mariah disse...

ainda não tive coragem. o exemplar em si já é ameaçador. a edição que eu conheço tem capa preto e branca com algum escrito em vermelho. tiro sarro de uma amiga-vizinha que levou para ler na beira da piscina. isso é livro para ser ler numa bela bergére xadrez com as pernas descansadas num banquinho e cobertas por uma manta de franjinha...deve acompnhar um belo café quente.
volta para a minha lista. antes Gabriel..."Cem anos de solidão".

Quase Trinta disse...

Deu até vontade de ler...

beijos

Liany ou Lyh disse...

Eu também fico sem almoço até as 16 horas...muito mais vezes do que eu gostaria, já são 13:15 e nem comecei a fezar o meu rsrsrs
Ontem fui a biblioteca , na próxima vou procurar por "Crime e Castigo". A nossa biblioteca é tão pequena, mas quem sabe eu encontro. Adoro dicas de leitura, porde mandar que serão muito bem aceitas.
Beijos

♥ Driii ♥ disse...

Estou voando com vc....


:-)



PS.: Bem vinda ao C 'est la vie...


Beijocas!!!

Luna disse...

preciso arrumar tempo pra ler.

:(

Elaine Crespo disse...

Oi!!

Pasaste no meu bLOG de Audrey! e Adorei aqui lindo!

Amo o Mito, o Icone e a Mulher valente que foi Audry Hepburn!!

Não li o livro postado, portanto não posso dar opnião!

Obrigadapela visista , volte sempre !!

Sim u também queria a bolça!!

Bela tarde!!

Beijos
Elaine

Driks disse...

Eu fãço marketing e trabalho numa agencia de propaganda =)
40º?
Nossa ja tinha desmaiado rs

Lucia Laureano disse...

Boa dica! Assim que acabar a saga de Crepúsculo, estou no terceiro livro da sério - Eclipse, acho que sigo em Crime e Castigo...

Julis disse...

Muitas pessoas já me falaram desse livro, mas com certeza só vc conseguiu descreve-lo com perfeição, depois dessa vou procurar pra ler.
Beijos

Tyna disse...

Adoro dicas de livros, uma vez que agoraaaa estou começando a criar o hábito de leitura...

Assim que possível quero ler esse...

beijos querida e bom fds!

renata disse...

ler é sempre um mundo novo!

brigada pela visita e pelo carinho, volte sempre mais!

beijos...

Pati Araújo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pati Araújo disse...

Oi Lathife,

Levei algum tempo até decidir ler 'Crime e castigo', só ano passado me animei e finalmente li, não é uma leitura fácil, mas aos poucos a gente chega lá.
O que mais gosto nesse livro é a intensidade da escrita, e a narrativa é tão forte que dá a sensação de que estamos lá, vivendo toda aquela angústia.
Livro bom é assim, nos transporta...

Beijos, boa noite e lindo dia! :)

Mariana disse...

Passei aqui e deixo o desejo q tu tenhas um ótimo fim d semana.
beijos.

Tâmara disse...

Ai, eu quero tanto ler!...juro!


saudades daqui!

bjoka!

Malu disse...

QUE BLOG BELO E AUTENTICO
VOU TE SEGUIR
BJS

Gian Fabra disse...

isso q vc chama de 'labirintos de Dostoievski' foi por onde Freud passeou para conceituar o inconsciente. E esse labirinto fica mais sombrio em outro livro, memorias do subsolo.

só discordo em uma coisa, não é imperdível, é necessário =)

NiNah disse...

Que legal aqui.
Bom, eu também gosto de contar sobre livros, filmes e etc.
Fiquei interessada. rsss
Bjos

Janete Pinho disse...

Li este livro, no ínicio deste ano. Na verdade, devorei o livro. É muito bom. Daqueles que não dá vontade de parar e ao mesmo tempo, a gente não quer que chegue no final.
Adorei seu blog. Foi minha primeira visita. Mas voltarei.
Beijos,
Janete

Luana! disse...

Nossa! Eu amo Woody, mas eu não sacava isso.

Sério q eu vou ter q rever esses filmes, para fazer esse paralelo??

Nem fiquei triste memso. hahahah