RSS Feed

..:: a contragosto

"Para este {Karênin, o cão}, a hora de acordar era pura alegria: espantava-se ingênua e bobamente de ainda estar vivo e alegrava-se sinceramente com isso. Tereza, ao contrário, acordava a contragosto, com o desejo de prolongar a noite e de não abrir mais os olhos".


>> trecho do livro A Insustentável Leveza do Ser, de Milan Kundera

imagem: Audrey Tautou

..:: acessem www.visaoarte.com.br ::..

5 registraram seu vôo por aqui:

D i c a disse...

Adoro esse romance.

Sac do Amor disse...

Milan Kundera é dos meus favoritos, e lembro sim da personagem do Karenim.

Óptimo blogue, não venho muito aqui por causa de tempo, mas já conhecia e acho que estás cada dia melhor.

Abraços e au revoir.
Monsieur Cvet z Juga.

Ruby disse...

Ultimamente ando igual Teresa.

Luma Rosa disse...

Li Milan Kundera à tanto tempo... muitos questionamentos sobre a vida, o amor, que vão além da filosofia de Parmênides. Algumas passagens ainda lembro "mas o que pode valer a vida, se o primeiro ensaio da vida já é a própria vida?". Ou algo mais ou menos assim. Beijus,

MaggStore disse...

Oiiii
A Magg adorou seu blog!!! Lindo!!!E já está seguindo!!!

Passa lá na Magg pra você dar uma olhadinha!!! São acessórios lindos!! Você vai adorar!!!
maggstore.blogspot.com

Bjuuxxxxx